Se tivermos a necessidade de saber se a nossa bexiga está conseguindo cumprir sua função de armazenar urina sob baixa pressão e proporcionar o adequado esvaziamento, vamos precisar realizar um “estudo urodinâmico”.

Além da bexiga, este exame também estuda a função dos esfíncteres, músculos responsáveis por conter a urina e evitar perdas involuntárias. Realizado por um urologista, o estudo urodinâmico não exige internamento e pode ser feito com anestesia local. Por meio da introdução de cateteres (tubos flexíveis de espessura mínima) é realizada a medição das pressões do aparelho urinário e o funcionamento geral da bexiga.

Geralmente, o estudo urodinâmico é solicitado em casos de aumento da próstata, incontinência urinária tanto na mulher quanto no homem, pacientes com lesões neurológicas e crianças com meningomielocele (mal-formação congênita da coluna vertebral que nasce nas costas da criança deixando a medula sem a proteção devida).

O exame dura em média 45 minutos e a pessoa pode ir para casa caminhando ao término. Beber água em abundância é geralmente a única medida aconselhada.

Na Uroclínica o estudo urodinâmico é realizado rotineiramente – portanto, se você precisar realizar este exame, conte conosco!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *